Publicidade

quarta-feira, fevereiro 24, 2016

O quarto de espelhos

As vezes o silêncio toma conta
Até posso ouvir meu respirar
Ouço um som, o som do vento
Parece ser um outro lugar

Fecho os meus olhos
Na escuridão enxergo a luz
Os pensamentos surgem
Já não estou mais sozinho

Sou rodeado por lembranças
Momentos, e mais momentos
É estranho esse lugar
É calmo, vazio, mas é cheio

Sou leve como uma poeira
Tudo parece flutuar, lentamente
Calmaria constante
Mas meu coração bate forte

Sou visitante nesse lugar
Tenho motivos pra gostar, ficar
Mas não posso permanecer
Não precisa compreender

É um lugar, um reflexo
Mesmos móveis, cheiros
Onde me deito, e levanto
Meu quarto de espelhos

Eis que reflete, agora o presente
Mas diferente és o momento
Agora, e nesse instante
Sou habitante em um espelho

_ Lyu Somah

4 comentários:

  1. Respostas
    1. Pastora Regina, obrigado pela sua visita aqui, no meu blog. Fico feliz pela visita, e por ter gostado do poema. =D

      Deus te abençoe Pastora Regina!
      bjos

      Excluir
  2. Gostei bastante!
    Que o Senhor continue te abençoando!
    Ellenchannelblog.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Ellen Evanns =D
      Fico feliz que tenha gostado do poema, e agradeço pela visita ao meu blog.

      Deus te abençoes!
      Bjos

      Excluir