Publicidade

sábado, fevereiro 20, 2016

O justo tem consideração pela vida dos seus animais

Já não preciso dizer mais nada. Se até na palavra de Deus há referência aos animais, de como devemos trata-los. Só um coração perverso mesmo pra ignorar.

Quer mais?

Êxodo: 23. 4. Se encontrares desgarrado o boi do teu inimigo, ou o seu jumento, sem falta lho reconduzirás.

Êxodo: 23. 12. Seis dias farás os teus trabalhos, mas ao sétimo dia descansarás; para que descanse o teu boi e o teu jumento, e para que tome alento o filho da tua escrava e o estrangeiro.

Deuteronômio: 22. 4. Se vires o jumento ou o boi de teu irmão caídos no caminho, não te desviarás deles; sem falta o ajudarás a levantá-los.

Lucas: 14. 5. Então lhes perguntou: Qual de vós, se lhe cair num poço um filho, ou um boi, não o tirará logo, mesmo em dia de sábado?

Assim, a Bíblia ensina que os animais devem ser tratados com respeito, consideração e compaixão.

A falta de compaixão pelos animais é, tanto da parte dos cristãos, como dos não cristãos. Já presenciei muita coisa desagradável. E o chato é que a gente não espera tal atitude vinda de pessoas que,  pelo menos, deveriam dar exemplo.

O que seria desses pobres animais, que sofrem maus-tratos, sem a ajuda dos Protetores de Animais?
E mesmo assim, existe muitas pessoas que não apoiam a ação dos protetores de animais, dizendo ser um exagero dar tanta atenção e cuidado a eles.

Se Deus pensou no bem dos animais, por que nós, meros mortais, não devemos pensar?

0 comentários:

Postar um comentário