Publicidade

quarta-feira, dezembro 23, 2015

O amor incondicional dos filhos

Há algum tempo, um amigo meu castigou sua filha de três anos por desperdiçar um rolo de papel de embrulho dourado. O dinheiro estava curto, e ele ficou irritado quando ela tentou decorar uma caixa para colocar debaixo da árvore de natal. Apesar disso, a garotinha trouxe o presente para seu pai na manha seguinte e disse:

- Isto é pra você, papai.

Ele ficou constrangido com sua reação exagerada no dia anterior.
Mas sua ira aflorou novamente quando ele abriu a caixa e viu que ela estava vazia.
O pai então gritou com ela:

- Você não sabe que quando damos um presente a alguém, deve ter algo dentro da caixa?

A garotinha olhou para ele com lagrimas nos olhos e disse:

- Oh papai, ela não estava vazia. Eu soprei muitos beijos dentro dela. Eu a enchi com o meu amor e embrulhei-a só para você, papai.

O pai ficou arrasado. Rapidamente, colocou seus braços em torno de sua filhinha e pediu-lhe que lhe perdoasse. Meu amigo me contou que guardou a caixa dourada ao lado de sua cama por vários anos, e sempre que se sentia abatido, desanimado, ele tirava um beijo imaginário de dentro dela e se lembrava do amor que sua filha havia colocado ali.

De uma maneira muito real, cada um de nos, pais, recebemos um recipiente dourado cheia de amor e beijos incondicionais de nossos filhos. Não ha um bem mais precioso que uma pessoa possa ter.

0 comentários:

Postar um comentário